Peça da semana - Livro Plans, Elevations, Sections and Views of the Church of Batalha, de James Murphy

Data da notícia: 22, Fevereiro 2021

Peça da semana - Livro Plans, Elevations, Sections and Views of the Church of Batalha, de James Murphy

Esta magnífica obra reúne desenhos do arquiteto irlandês James Murphy, num levantamento feito no Mosteiro da Batalha, no século XVIII. O livro inclui plantas, alçados, cortes e detalhes decorativos do monumento, apresentando ainda a tradução de uma parte da História de S. Domingos de Frei Luís de Sousa.  

A obra integrada na área que o MCCB dedica ao tema “Tempos de Esquecimento”.

 

CONTEÚDOS ÁUDIO E VÍDEO:

Informação do audioguia: https://soundcloud.com/user-703797746/tempos-de-esquecimento-os-testemunhos-dos-visitantes-estrangeiros

Língua Gestual Portuguesa: youtu.be/fHAg6e7YYyQ

 

Destacamos, esta semana, a obra Plans, Elevations, Sections and Views of the Church of Batalha (Plantas, Alçados, Cortes e Vistas da Igreja da Batalha), de James Murphy, com contributos de Frei Luís de Sousa, integrada na área que o museu dedica ao tema “Tempos de Esquecimento” por cortesia de Adriano Luís Monteiro.

Entre os séculos XVIII e XIX, a Vila da Batalha entrou numa fase de grande decadência, fruto das destruições do terramoto de 1755, das invasões francesas e da expulsão dos frades dominicanos do Mosteiro, em 1834. 

As descrições dos relatores oficiais, os numerosos livros publicados e os desenhos realizados por visitantes devolveram a memória e a vida, quase perdidas, da vila e do convento. De entre os estrangeiros que por ele passaram, destaca-se James Murphy, arquitecto irlandês que nos deixou um extenso levantamento composto por gravuras que incluem plantas, alçados, cortes e detalhes decorativos do Mosteiro.

O trabalho foi realizado no ano de 1789, tendo o arquitecto residido no Mosteiro da Batalha durante treze semanas a fim de medir e desenhar exaustivamente o monumento. 

A obra, que mede 125 cm quando aberta, reúne os desenhos do arquiteto realizados neste período e discute os fundamentos da arquitetura gótica apresentando ainda a tradução de uma parte da História de S. Domingos de Frei Luís de Sousa. 

O livro foi publicado em fascículos entre 1792 e 1795, obtendo grande aceitação por parte de um exigente público aristocrata.

Em 1795, James Murphy publica ainda Travels in Portugal (Viagens em Portugal), um diário em jeito de guia turístico que ilustra a sua viagem a Portugal. Sobre a Batalha, entre inúmeras descrições, destaca-se a seguinte: 

“Foi-me dado a verificar neste lugar a ternura paternal que os poetas e os naturalistas atribuem às cegonhas. Um destes animais, com a sua afectuosa companheira, residiu durante muito tempo num grande ninho curiosamente construído no cimo da torre da igreja.”

Fonte: REDOL, Pedro: Viagem a um Mosteiro desaparecido com James Murphy e William Beckford, CEPAE, 2011.