PEÇA DA SEMANA - TAÇA ROMANA DE TERRA SIGILLATA

Data da notícia: 1, Abril 2021

PEÇA DA SEMANA - TAÇA ROMANA DE TERRA SIGILLATA

CONTEÚDOS ÁUDIO E VÍDEO

Língua Gestual Portuguesa: https://youtu.be/UnsyiDzBLsM

Informação do áudioguia: https://soundcloud.com/user-703797746/collippo-e-taca-de-terra-sigillata

 

As campanhas arqueológicas realizadas na década de 1960 viriam a revelar importantes achados que permitiram reconstituir aspetos dos edifícios e do quotidiano da cidade romana de Collippo.

De entre as diversas peças expostas no MCCB, que caracterizam a vida da cidade, destacam-se as peças em cerâmica que nos remetem para a mestria da produção artística e industrial presente na época. 

A olaria era uma das principais fontes de trabalho, produzindo-se peças em cerâmica para a construção, utilização doméstica, apoio a outras profissões, e também para a componente artística. 

A peça que hoje destacamos, encontra-se exposta na sala dedicada ao espólio romano do MCCB. Trata-se de uma Taça em terra Sigillata Sudgálica, de cor avermelhada, produzida entre os séc. I e II d. C. 

Considerada como uma cerâmica fina, esta peça foi realizada em terra sigillata, palavra que deriva de selo (sigilum) isto é, a marca do oleiro (ou da oficina onde a peça terá sido produzida), que era frequentemente gravada no fundo das peças realizadas. 

Este tipo de olaria é caracterizado, pela sua cobertura de engobe (uma fina camada de argila decantada diversas vezes), quase vitrificado (após a cozedura), que lhe confere a sua beleza estética, resistência e impermeabilidade. 

Por norma, as peças em terra sigillata compunham as baixelas utilizadas na cozinha, sendo maioritariamente baixas e abertas, apropriadas ao consumo de comida e bebida (pratos, taças ou copos). 

A peça que se expõe no MCCB, proveniente do Baixo Alentejo, foi finamente decorada com elementos geométricos, apresentando, no fundo, a marca do oleiro, cuja identidade se desconhece. A marca assemelha-se a um “R”.

Em breve poderá ver de perto esta e mais peças do seu museu. Aguardamos pela sua visita. 

 

Fonte: QUARESMA, J. C. (2003) - Terra sigillata sudgálica num centro de consumo: Chãos Salgados, Santiago do Cacém (Mirobriga?). (Trabalhos de Arqueologia; 30). Lisboa: IPA (tese de mestrado em Pré-História e Arqueologia)