Presentación | MCCB - O museu de todos

Elementos auxiliares de navegação no website
Saltar al contenido | Menu Principal (tecla de atalho: 3)

Presentación

fachada del Museo (contém descrição pormenorizada)
Descrição pormenorizada - fachada del Museo
Fachada branca do MCCB com dois andares. À direita, a porta de entrada sobre a qual está uma pala com as letras MCCB feitas com volume em chapa branca. À esquerda, de perfil, duas filas de quatro janelas altas. fechar

Mensagem do Presidente da Câmara Municipal da Batalha

O Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (MCCB) é um verdadeiro cartão de boas-vindas para todos aqueles que visitam este território.

Localizado junto ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, monumento inscrito na lista de Património da Humanidade da UNESCO, este museu potencia a oferta cultural da região, com a apresentação de uma exposição diversificada, interativa e dinâmica que permite interpretar de forma rigorosa e acessível a vasta História deste território.

Entender que há muito mais Batalha para além do seu Mosteiro é o objetivo deste espaço, inaugurado em 2011, e que tantas distinções tem recebido a nível nacional e internacional.

Neste Museu, bem no coração da Vila, há passado, há presente e há projeção do futuro.

Aqui, os visitantes poderão entender as razões que levaram à construção do grande monumento nesta vila, num percurso que se descola desde há mais de duzentos milhões de anos, quando o mar dominava o território. Os testemunhos geológicos e paleontológicos são prova disso mesmo. No Museu, há fósseis de animais marinhos e de gigantes dinossauros cujos achados provam que os continentes já estiveram juntos.

Neste museu, redescobrem-se as antigas comunidades que fizeram da pedra, do bronze e do ferro as suas primeiras experiências na execução de utensílios, na manifestação espiritual e na expressão artística.

No MCCB revive-se a época romana, trazendo para um espaço nobre um dos mais magníficos exemplares da estatuária deste período no nosso país: a imponente estátua do Magistrado Romano.

Numa Batalha que deve o seu nome a um dos mais importantes conflitos da História de Portugal, não se podia deixar de abordar a Batalha de Aljubarrota, que ditou a independência do nosso país e o cumprimento da promessa de D. João I com a construção do Mosteiro que abrigou a sapiente comunidade dominicana e que ditou a criatividade da arquitetura gótica no período medieval.

Neste percurso museológico que nos leva até aos tempos de hoje, o património cultural, natural e imaterial do concelho não são esquecidos. Os recursos multimédia convidam o visitante a apaixonar-se pelas construções humanas, pelas obras de arte esculpidas na natureza e pela irresistível gastronomia.

Tudo se oferece num cardápio museológico que contou, desde a génese do projeto, com a colaboração da comunidade. Com ela se construiu a história que os batalhenses queria ver contada no seu museu. Junto com especialistas em várias áreas do conhecimento, traçou-se uma narrativa museológica e um discurso museográfico que se oferece a todos.

Esta vontade de servir a todos está bem presente naquela que é uma das principais bandeiras deste espaço: a inclusão.

No MCCB há recursos pensados para todos. Informação em braille e Língua Gestual Portuguesa, trilho tátil, objetos para tocar, mobiliário ergonómico, audioguias, entre muitos outros, estão disponíveis para todos aqueles que querem viver este museu de todos.

Este é um museu vivo, onde a cultura e a cidadania se constroem todos os dias. Por isso, os programas com as escolas, as atividades com a comunidade e a investigação permanente fazem parte das nossas funções que se prestam a um serviço público.

Seja Bem-vinda (o) ao Museu da Comunidade Concelhia da Batalha.

 

O Presidente da Câmara Municipal da Batalha

Raul Miguel de Castro

 
Anexos
Scroll To Top