500 ANOS DA MORTE DE D. MANUEL I | MCCB - O museu de todos

Elementos auxiliares de navegação no website
Saltar para o corpo principal da página (tecla de atalho: 1) | Menu Principal (tecla de atalho: 3)

500 ANOS DA MORTE DE D. MANUEL I

Data da notícia: 10 Dezembro 2021

500 ANOS DA MORTE DE D. MANUEL I

Assinalam-se a 13 dezembro 500 anos da morte de D. Manuel I, rei que elevou Batalha a vila e a concelho e que ditou o estilo artístico manuelino, bem representado no nosso Mosteiro.
Para relembrar a data, o MCCB dinamiza diversas atividades, convidando à sua participação

Assinalam-se, a 13 de dezembro, 500 anos da morte de D. Manuel I, 14 º rei português nascido em Alcochete, em1469 e falecido em Lisboa, em 1521.
De entre os feitos desenvolvidos durante o reinado, o Venturoso rei de Portugal e dos Algarves deu seguimento às campanhas marítimas, que lhe valeram a descoberta do caminho marítimo para a Índia e o descobrimento do Brasil.
Com interesse pelas artes e muito devoto, D. Manuel I investiu grande parte da sua fortuna na construção de igrejas e mosteiros. Ditou a criação do Manuelino - um estilo artístico próprio, inspirado nas viagens marítimas, nas trocas comerciais e nos símbolos da Coroa. A decoração do Claustro Real e Capelas Imperfeitas do Mosteiro da Batalha, bem como o portal da Igreja Matriz da Batalha são magníficos exemplares deste estilo tardo-gótico.
O monarca ordenou ainda a revisão das leis do reino e a sua compilação nas “Ordenações Manuelinas”, obra legislativa de grande importância na administração e afirmação do reino. 
D. Manuel I foi responsável pela criação de diversos concelhos portugueses, entre os quais o Concelho da Batalha,  em 1500.

Para celebrar a vida e obra deste monarca, com forte ligação à Batalha, o MCCB leva a cabo diversas iniciativas dirigidas à comunidade escolar e ao público geral.
Assinalamos, convidando à participação de todos, as seguintes:

17 de dezembro | 15h00 – 17h00 | Biblioteca do Mosteiro - Tertúlia D. Manuel I e a Batalha com Pedro Redol (investigador e conservador do Mosteiro da Batalha).
A atividade é de participação gratuita e limitada, sendo necessária inscrição prévia através do email geral@museubatalha.com

Desafio “Fotografar o Manuelino” – convite à captação fotográfica de elementos do estilo manuelino no Mosteiro e na Igreja Matriz da Batalha e partilha nas redes sociais com o hashtag #fotografarOmanuelino.
Atividade em vigor até ao dia 31 de dezembro de 2021.

Contamos com a sua participação.

Scroll To Top